«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
quinta-feira, maio 19, 2005,11:21 da tarde
Porque é legítimo não gostar de franceses...
Continuando a minha terrível e temível saga xenófoba, como já foi apelidade, aqui estou com os olhos postos na UEFA perdida e na esperança da alma encarnada, enquanto celebro as vitórias do Barça e do Chelsea.
Porque será então legítimo não gostar de franceses?
1 - Não têm um campeonato minimamente interessante que por vezes consegue ser pior que o português.
2- Todos os franceses conhecem um português.
No último mês tenho sido responsável por 2 estagiários franceses que foram o pior do mundo.
Exemplo:
Depois de ter insistido até à exaustão que deviam trabalhar a partir das 20h, continuaram a aparecer às 21h, 21h15, com o ar de gogonharros que lhes é característico.
Hoje à tarde chegaram 20m atrasados, tranquilos com o ar do "no pasa nada". Perguntei-lhes com ar de chefe (será possível?) que horas eram?
Com o mesmo ar reponderam 3 e 20, ao que respondi a que horas era suposto começarem a trabalhar...
Sim, sim, estávamos a dormir...
Se não fosse este o último dia que trabalho com eles não teria hesitado em "los echar en la calle"como me foi sugerido pelo director do hotel.
Espero, inocentemente, contribuir de forma construtiva para o relatório de estágio.


Para as esquerdas tolerantes, aqui fica a nota de que não foram estes os únicos auspícios de incompetência atroz.
É, pois, legítimo não gostar de franceses
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 5 comments
terça-feira, maio 17, 2005,1:23 da tarde
Futebol, pois claro
Apesar de ter marcado o melhor golo da partida e de me ter destacado como um centrocampista de grande projecção, isso não foi suficiente para que a equipa do hotel conseguisse levar de vencida uma horde otomana proveniente da Turquia.
Resultado final de 4-5 para as hostes infiéis que não comem porco nem bebem álcool e uma bola na plantação de bananas que circunda o terreno de jogo.
Perestrelo, o meu golo foi para ti...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
domingo, maio 15, 2005,6:09 da tarde
Luto
Hoje, dia 15 de Maio de 2005, algo de verdadeiramente terríverl se passou no mundo. Após ter estado a vencer por 1-0, os Saints perderam 1-2 contra o Man Utd, descendo assim à First.
Fica assim declarado o luto por tempo indefinido...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
sábado, maio 14, 2005,4:41 da tarde
Porque é legítimo gozar com os espanhóis
Esta será, porventura, uma das mais importantes questões dos últimos trinta anos, desde que Portugal se tornou num país livre com a subida de Sá Carneiro ao poder.1
Conversa com um espanhol (ao menos estes conversam):
Esp - E que tal Tenerife?
Eu - É bem giro e tal, já vi coisas melhores...
Esp - Tens a certeza? Tenerife é o melhor do mundo.
Eu - Vocês, espanhóis...
Esp - (já histérico e colérico) SOU CANÁRIO!!!!!! E Tenerife o melhor sítio do mundo. Nunca saí das Canárias mas posso-te garantir isso.
Eu - Ahhh... Mas nunca saíste daqui mesmo?
Esp - Bem, já fui a Cádiz...
Eu - Ahhhh... Um grande bem haja e não te esqueças que a treze de maio na Cova da Iria...


1- Começa o meu cariz polémico a vir ao de cima...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
quinta-feira, maio 12, 2005,7:30 da tarde
Porque é legítimo não gostar de alemães
Num primeira leitura deste título haverá já um grupo de extremistas que apelidará de xenófobo e outros moderados que me acusam de ser generalista.
Pois se calhar até sou os dois, ou nenhum deles.
O que queria relatar da forma mais fria e realista possível são as seguintes duas ocorrências:
1- Pergunto a um trio alemão acabadinho de chegar se necessitam ajuda com as malas e olham-me com ar ofendido, não proferindo qualquer tipo de grunhido.
2 - Com um sorriso do caraças, esforço-me por desejar o mais profundo Guten apetit que consigo e apenas me respondem com um ar capaz de fazer o mais profundo nazi parecer um caniche sob o efeito de antibióticos.
Para eles aqui fica o meu mais profundo sentimento de desagrado e a conclusão brilhante de que se não é possível gostar de alemães.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
quarta-feira, maio 11, 2005,5:14 da tarde
Com requintes de malvadez...
Noite normal...
As pessoas começam a dispersar depois de mais um espectáculo na pequena sala de animação.
No meio dos resistentes destaca-se um polaco bêbado que não actua correctamente (estou incrivelmente diplomático). Eu peço no meu melhor alemão (que é praticamente nulo) que abandone a sala. Logo soam palavras familiares como Curva e afins.
O caso envolve recepcionista. Há ameaça de polícia nas primeiras tentativas de violência.
Ao fim de um tempo lá se encaminha para a sua habitação, sempre vigiado pela minha pessoa que tenta garantir o bem estar dos restantes clientes.
No início das escadas, abandono-o à sua triste sorte.
No dia seguinte dá entrada nos hospital de Las Américas com uma perna partida, sendo submetido a uma cirugia.
Ao me perguntar se podia beber álcool enquanto tomava medicação, respondo com um sorriso maldoso que NÃO.
Regozijo, ai pois regozijo de o ver todos os dias de perna estendida a beber coca cola atrás de coca cola.
Boas férias é o meu mais profundo desejo para este jovem talento nascido na mesma terra que o Juskowiak.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
terça-feira, maio 10, 2005,12:16 da manhã
E o tempo vai passando II
São quinze horas.
Por aqui não há torre de igreja que bata sagradamente o sagrado passar do tempo. Por isso sinjo-me ao alarme do telemóvel.
Saio do meu quarto onde sagradamente fazia a sesta.
Desço à zona do bar para começar a trabalhar.
Olho para as pessoas e decido: esperar.
Que fazer com esse tempo livre?
Se calhar tomar qualquer coisa no bar... Uma cola, uma fanta, uma cerveja cortada, o que for...
Volto a olhar para as pessoas... o meu corpo vagaroso arrasta-se para junto das pessoas que me acolhem com um sorriso natural e ingénuo, pensando que eu lhes quero bem.
Vá, um ping-pong e depois podem ir nadar.
São as cinco.
Estou cansado de ver as pessoas jogar. Se calhar também jogava agora e dizia que estava fora da hora de serviço para aumentar a admiração. Assim o faço. Assim sou.
Depois de tudo isto, tomo um sagrado banho, vejo as notícias na Sky News e desço para jantar.
A noite começa às 20h30.
Os clientes convidam-me para falar com eles e eu falo.
Digo duas ou três coisas enquanto estou no palco e todos sorriem.
Sorriem, e mais que tudo, vão felizes para a cama.
E eu também. Cansado, muito cansado...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
segunda-feira, maio 09, 2005,8:14 da tarde
E o tempo vai passando
Pois é. Parecendo que não o tempo vai passando.
Aqui fica o relato sério e comprometido de um dia de trabalho.
9h22 - Toca o despertador e que confia baixinho que ainda posso ronhar um pouco.
9h45 - Levanto-me e dirijo-nme para o restaurante onde tomo um pequeno-alm´ço estremunhado à beira da piscina.
10h25 - Volto para a cama para me refazer do cansaço do pequeno-almoço
11h - Começam as actividades, mas algo levezinho: um tiro ao arco, uma petanca, algo que não me permita suar
12h45 - Cansado e estafado de concentrar o meu olhar nas setas ou nas bolas de petanca, dirijo-me para o bar da piscina onde tomo a primeira cerveja do dia, que me custa uns simbólicos 0€.
13h10 - Vou almoçar
Segue-se a tradicional siesta que é interrompida abruptamente às 15h...
Deixo agora aberta a expectativa sobre as árduas tardes de trabalho...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
sexta-feira, maio 06, 2005,10:19 da manhã
Blair
Como seria esperado, Tony Blair conseguiu o histórico feito de ser reeleito pela segunda vez. No entanto nem todo o Reino Unido rejubila.
A falta de alternativas capazes fez com que muitos voltassem a votar em Blair ou pura e simplesmente não votassem.
Portanto lá temos Portugal a acompanhar o que de melhor se vai passando pela Europa. É meu profundo desejo que dentro de pouco tempo ninguém se sinta impelido a votar e se possa restabelecer uma ditadura que apele ao sentido democrático em todos nós adormecidos.
Como nota de louvor, destaco o Sporting que já está a encarnar as virtudes nacionais ao chegar à final da Taça Uefa, tal como o Benfica o fez nos anos 60 ao conquistar duas ligas dos campeões.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
quinta-feira, maio 05, 2005,8:00 da tarde
5 de Maio
Enquanto em Inglaterra se celebram as eleições que quase de certeza confirmarão a permanênencia de Blair enquanto Primeiro de Sua Majestade, vou-me rendendo aos pequenos grandes prazeres de descobrir a ilha que me acolheu.
Pois o vulcão é fabuloso. Absolutamente fantástico e constitui a perfeita metáfora da política nacional.
De um lado um imenso deserto onde não há esperanças de crescer o que for e onde pululam alguns velhos lagartos.
Do outro lado chove e tudo é verde. Uma névoa constante que teima em não mostrar sinais de vir a abrir nos próximos tempos.
Quem diria que tão longe de casa iria encontrar a perfeita metáfora que buscava há tanto tempo?
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 2 comments
segunda-feira, maio 02, 2005,8:23 da tarde
Júbilo
Coincidindo com a efectivação do meu estatuto de imigrante, mais um português se destaca neste difícil mundo do futebol.
Claro que falo do polémico José Mourinho a quem a Sky News de tempos a tempos faz referência por entre a campanha das próximas eleições do dia 5 e que já todos sabem que reconduzirá Blair de novo ao poder.
Pois bem, também eu tento vingar neste futebol da animação com golos capazes de encantar o mais céptico dos adeptos.
Quem me quiser vir visitar é bem vindo.
Hotel Bahía Flamingo
Avda. La Gaviota, 3
38686 Varadero
Tenerife

Claro está que ficarei contente com cheques postais, pelo que aqui deixo a morada.
Bem haja Sorte e Neno
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
domingo, maio 01, 2005,10:46 da manhã
Para enorme gáudio e iluminaçao das esquerdas populistas
devo informar que na Filândia há uma licenciatura em catering, ou seja como servir em restaurantes.
Suspeito que o facto de nao existir semelhante coisa no nosso país seja razao do nosso atraso.
Assim concordarao os esquerdistas de cariz populista que ainda nao entenderam o conceito de iluminaçao saído da Revoluçao Francesa.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments