«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
sexta-feira, dezembro 30, 2005,5:47 da tarde
Marketing
Depois de uma singela ida ao dentista onde uma vez mais me deparo com a conclusão de que ganham mais em meia hora do que eu num dia de trabalho, oferecem-me bombons.
Bombons?
Ainda com a boca dormente a pedir uma papa Cerelac, ouvi dizer entredentes:
-Para cá voltar pró ano. - e sorriem.
Por uma questão de princípios, recusei a oferta, sorrindo.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 29 comments
quinta-feira, dezembro 29, 2005,12:24 da tarde
como o percebo
It was never
simple to wait,
to sit quiet.

Robert Creeley

Por isso ando sempre munido de um livro na mão esquerda, pois nunca sei o que me espera ou o que terei que esperar.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,10:21 da manhã
Livro da Semana
Tendo como pressuposto uma conversa entre amigos, aqui fica a sugestão da semana sob a forma daquele que é tido como o maior autor judeu da actualidade norte-americana e que se auto-domina como o maior escritor careca americano.
Em Portugal ou neste país que assim é, encontra-se publicado pela Dom Quixote.
Num outro post e quando me apeteça, darei as minhas considerações sobre o livro, até porque ainda agora o estou a ler. E estou a gostar. Muito.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
terça-feira, dezembro 27, 2005,10:38 da tarde
Mais quotidiano do litoral alentejano
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
,9:45 da manhã
Prémio Pessoa
A fim de revelar ao largo mundo que me rodeia que sou um idiota chapado, pecador me confesso:
Luis Miguel Cintra ganhou o prémio pessoa.
E eu, nem li nada dele e pior ainda, ou não, nunca fui ver nenhuma peça dele. Apenas porque não.
Sou assim.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 2 comments
,9:03 da manhã
Good morning life!!!

Acordar a ouvir Blue Haze do Miles Davis que agora recebi no Natal. Abençoado seja o Natal, então. Além do mais, está lá o Tune Up que só é uma das minhas favoritas de sempre.
Já agora, peço, humildemente a quem quer que seja, que me ilumine no caminho de pôr música neste blog obsoleto e maçador.
Agradecido e boas festas para quem as tem, que daqui a pouco é hora de voltar à labuta que nem um besouro a cantarolar o tema do Tune Up vezes e vezes sem conta.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
segunda-feira, dezembro 26, 2005,9:14 da tarde
Regresso
Amanhã espera-me o retorno à rotina laboral e a tudo aquilo que tentei esquecer ou idealizar durante os últimos três dias.
Como gosto de trabalhar...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
domingo, dezembro 25, 2005,12:36 da tarde


Depois de começar o dia a explorar o Indigo de Bernardo Sassetti enquanto me inteirava um pouco mais na reconstrução da história americana de Roth, decidi, perante tanta coisa nova que aqui tinha à minha espera, reabilitar um clássico: Tea for the tillerman do então Cat Stevens.
Depois disto ainda tenho de pensar o que se segue, mas pela lógica da coisa deverá ser qualquer coisa quente.

Ou um qualquer Jobim que tenha por aí ou o novo da Maria Rita.

Bem, deixo-vos a tentar descobrir as bandas que estão na publicidade da Virgin que alguém me enviou por mail há uns tempos.

 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 2 comments
sexta-feira, dezembro 23, 2005,11:08 da tarde
Quase, quase
Depois de mais uma viagem oferecida pela CP, lá regressei à já saudosa capital do Ribatexas, onde me preparo para celebrar um Natal a pensar em trabalho.
Mas antes disso, tempo para preparar uma compilação de Natal com os cd's que tenho descoberto (ou que deixei descobrirem-me) desde o meu regresso de terras espanholas.
Seguindo o meu forte espírito Corporativista, deixo a lista no singelo espaço que se segue:

Yann Tiersen - Les Retrouvailles
Fiona Apple -Extraordinary Machine (aqui agradeço à Botto)
Boards of Canada
Sigur Ros - Takk
Anthony and the Johnsons - I am a bird now
Marlango - Automatic Imperfection
Gorillaz - Demon Days
Seu Jorge - Crú
Lambchop - You c'mon
Richmond Fontaine - The Fitzgerald
Maria João e Mário Laginha - Tralha

Entre novos de velhos conhecidos e algumas excelentes novidades, aqui fica uma das prendas de Natal que vou dar.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,9:45 da manhã
Escrevo este post apenas na companhia de um computador, a minha pen onde está o projecto em que estou a trabalhar e um rádio que não apanha bem a Comercial.
Já devia estar no trabalho há cerca de um quarto de hora!
Oh não, estou no trabalho!!
Como gosto do funcionalismo público...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,9:13 da manhã
Canção de outros tempos
É napalm, é napalm,
morrem criancinhas
é napalm, é napalm,
todas queimadinhas


É com esta jovialidade de quem trabalha num organismo público até às vésperas do Natal que vos desejo um Natal cheio de boas reflexões políticas a fim de construir um melhor Portugal para todos nós.
Eu começo já por Philip Roth (sempre gostei de abrir os presentes antes do tempo)
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
quinta-feira, dezembro 22, 2005,9:54 da manhã
Nem parece
Isto de um gajo trabalhar dia 22 de Dezembro, onde não há quase ninguém no serviço, onde não há ninguém na biblioteca, onde as pessoas caminham pelas ruas alegre e descontraidamente em busca dos últimos presentes, é mau.
O site da Biblioteca Nacional não está a funcionar e ainda não me pagaram, embora já me tenham chamado para ir receber.
Será que depois disto ainda tnho coragem para dizer Bom dia seja a quem for?
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
quarta-feira, dezembro 21, 2005,9:03 da tarde
Graças a Deus
Agradeço humildemente a Soares por continuar a dar espectáculo a todos os portugueses, sem que tenhamos pagar mais por isso.
Pena a novela ter acabado ontem e metade do país ter-se decidido a descobrir quem matou o António...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 3 comments
terça-feira, dezembro 20, 2005,9:42 da manhã
Confere
Os dias que se sucedem à ressaca, são de ressaca também. A ressaca da ressaca, entenda-se.
E para isso, nada melhor que acabar finalmente a Luz em Agosto, sorrir, ver o morno debate entre Alegre e Jerónimo.
Bem, mas nada como começar um novo livro.
E porque não um italiano, só para variar?
Dino Buzzati, és o próximo...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
segunda-feira, dezembro 19, 2005,10:45 da manhã
Humilde pedido de indulgência
Venho por este meio pedir desculpa por não ter escrito nos últimos dias, mas estive oficialmente de ressaca
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
sexta-feira, dezembro 16, 2005,3:30 da tarde
Acultura local
Estando eu na árdua labuta de ver o que falta aqui na biblioteca, deparo-me com algumas aberrações que me levam a cometer a loucura de escrever este post.
Segundo a eficácia dos funcionários, o João Paulo Borges Coelho e Machado de Assis são portugueses.
Portugal poderia e devia agradecer, enviando moçambicanos e brasileiros de volta aos seus países de origem.
Todos ficaríamos a ganhar
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,1:43 da tarde
Apelo
Apelo honestamente a todos os portugueses de pequenas localidades e que se encontram ameaçados pelo encerro do centro de saúde, que a ele se dirijam todos os dias, mesmo que nada tenham a declarar.
Há sempre imensas coisas que se podem fazer num centro de saúde como:
-pôr a leitur em dia
- saber das últimas novidades que abalam as vilas do país
- dizer boa noite ao entediado médico de serviço
- saber das últimas novidades que abalam as vilas do país
- pagar a taxa moderadora
- saber das últimas novidades que abalam as vilas do país
- saber das últimas novidades que abalam as vilas do país (já disse isto?)
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
quinta-feira, dezembro 15, 2005,11:20 da tarde
Quotidiano do Alentejo Litoral

 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 3 comments
,11:02 da tarde
Sentimentalismo

Um gajo vê um debate entre dois senhores da esquerda e fica assim meio melancólico e com um carinho especial pelas pequenas coisas da vida.
Respondo a emails de pessoas que já quase nem me lembroe a outros de pessoas que já nem sei se existem.
Só por causa das coisas, aqui fica um quadro de um dos meus autores preferidos.
Não, este não foi um dos roubados e por isso não assume qualquer valor sentimental ou segundas intenções relacionadas com as questões políticas.
Estou assim, agora.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,1:25 da tarde
Isto sim, seria fenomenal
Porque não será a lasagna do Lidl promovida a património da humanidade e os nossos políticos a espécie tribal em extinção?
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
quarta-feira, dezembro 14, 2005,2:59 da tarde
Esquizofrenia normal
Em épocas festivas, costumo ficar um pouco mais esquizofrénico do que o costume.
Leio mais, bebo mais, socializo mais, vejo mais filmes, sorrio mais, penso mais, produzo mais (seja lá o que for), tudo mais.
Os pais natais que um pouco por todo o país assaltam casas e lojas que tenham varanda ou janela ou o que for, já mereceram a minha atenção.
Esquizofrenicamente, apetece-me pegar numa pressão de ar e rebentá-los a todos. Um, por um, usufriundo do prazer de os ouvir estourar.
Nesta época festiva costumo ler mais, beber mais, socializar mais, ver mais filmes, sorrir mais, pensar mais e produzir mais (seja lá isso o for)...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
,1:37 da tarde
Sol de Verão
Embora continue a seguir os debates presidenciais com algum interesse e um sorriso malandro típico da demência nacional, não resisto a confessar que já estou quase, quase a acabar Luz em Agosto, onde uma imagem fantásticas já marcou a minha interpretação da realidade.
Como não estou para me dignar em voltar atrás e procurá-la para aqui a pôr fidedigna, cito de memória..
Parti naquela estrada que tinha quinze anos de comprimento.
Genial, absolutamente genial.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
terça-feira, dezembro 13, 2005,1:01 da tarde
Debates
Como é sabido por parte de todo o denominado grande público, estão a decorrer debates maus demais por todas as televisões e ontem não foi excepção.
Louçã defendeu a classe média e deu uma pequena lição de democracia a um Manuel Alegre que conitnua a afirmar que esteve preso quando a não havia.
Embora o tenha uma voz invejável, Louçã ganhou claramente num debate à americana.
Realmente a esquerda já não é o que era...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 3 comments
segunda-feira, dezembro 12, 2005,6:44 da tarde
Raios ta parta
Há coisas que lixam um gajo.
O meu melhor aluno de inglês de uma turma, um brasileiro, por sinal, deu-me hoje motivo para lhe partir a cara toda com carinho.
Depois de lhes pedir para escreverem "camião", ele decide escrever caminhão.
Digo-lhe o mais educadamente possível que em português isso não existe.
-Ué, mas sou brasileiro.
- E estamos onde? -pergunto delicadamente, já prestes a bater-lhe
- No Brasiu -responde arrogante
Volta mas é para a barriga da tua mãe e diz-lhe para ir para a p... que a pariu lá longe, do outro lado do Atlântico.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 2 comments
,1:15 da tarde
En retard
Portugal enfrenta hoje uma grande ameaça, que se concretizará já no verão do próximo ano de 2006.
Embora as políticas deste governo sejam um risco para a saúde nacional, algo de maior monta se levanta, pelo que passo desde já a explicitar:
Ficou determinado, de acordo com sorteio da FIFA que Angola, Irão e México serão os nossos próximos adversários na fase de grupos do Campeonato do Mundo da Alemanha.
Se ganharmos a Angola, arriscamo-nos a que grande parte do nosso território seja destruído e que um sem número de compatriotas nossos levem navalhadas furtivas. Para além disso, todos os portugueses que continuam a tentar desenvolver o território angolano, assim como a nossa embaixada, correrão sério risco de eliminação.
Segue-se o Irão. São árabes e têm bomba atómica.
Para além disso, há muito mais iranianos a viver na Alemanha do que portugueses.
Quanto ao México, apesar da ameaça zapatista, já estarão apurados quando jogarem connosco, pelo que por esse lado não corremos grande perigo.
Portanto, espero que o bom senso político dos nossos jogadores nos permita perder contra Angola e sermos chacinados pelo Irão.
Pelo bem da Nação.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
sexta-feira, dezembro 09, 2005,11:20 da manhã
Nossa Senhora da Conceição
Embora me tenha conseguido esquivar a escrever o que quer que fosse ontem a fim de escapar aos chavões politicamente correctos do "ainda bem que o D. João teve esta ideia e não sei que nais...", hoje não resisto a expor de forma humilde mais duas grandiosidades da nossa tão amada pátria:
marinheiro do Delfim, o tal submarino que passou mesmo por baixo de um barco norte-americano sem ser detectado pelo radar dado à sua já avançada idade e que agora se reformou - vou-me lembrar com recordação - abençoadas sejam as tuas faculdades cognitivas, criatura de Deus.
Mas o destaque vai mesmo para esse grande doutrinário da esquerda, Jerónimo de Sousa ao afirmar no debate de ontem:
Isso não é mau. Mas também não é bom.

PS- Não aguento. Por breves momentos, aqueles que separam a minha mão de clicar ali onde diz "publicar postagem", imaginei as guelras de satisfação de Mário Soares ao se saber não referido neste post. Mas enfim, para uma pessoa que invoca os debates que houvre durante o PREC como exemlos de liberdade democrática, não haverá grande coisa a apontar. Ou mesmo nada.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
quarta-feira, dezembro 07, 2005,10:17 da tarde
Novidades
Tudo neste mundo me surpreende.
Desde o SLB ter ganho ao Man Utd num jogo de grandes nervos onde Cravinho e Jerónimo de Sousa celebraram sob a batuta do Filipe Vieira até ao facto de eu ter voltado a pôr um texto no meu paralelo que está aí ao lado. Este último foi só para satisfazer a constante interrogação que constitui o tal co-autor deste blog.
Enfim, na Marta Tomé também aí do lado continua uma discussão sobre a homossexualidade na Igreja que já está prestes a tornar-se num fantástico êxito de uma daquelas editoras como a Palimage. Para se rêxito, claro está que se encontra lá a fórmula mágica do mesmo, que sou eu.
SLB, SLB...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,1:29 da tarde
Natal antecipado
Ainda agora acabo de receber uma prenda de Natal antecipada por email.
Embora esperasse um típico postaleco idiota em que um gajo só tem vontade de matar o Pai Natal à paulada e espancar as renas só porque sim.
Mas isto só é parcialmente verdadeiro.
Recebi um ursinho carinhoso e fofinho capaz de sensibilizar o mais durão dos pedófilos envolvidos no caso da Casa Pia e...
As Intermintências da Morte em formato doc.
Isto é que já é surpreendente. Positivamente.
Obrigado Ana pela simpática surpresa.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,1:16 da tarde
O universo do pop-rock
Amanheceu um pouco mais tarde hoje e apesar de estar a ler Faulkner, começo a sonhar com Ondjaki e a sua vinda cá, assim como do Danuta, o ilustrador quase oficial dos livros infantis do Mia Couto.
Pois não sei.
A Manuela Azevedo dos Clã está na RTPN e não consigo encontrar o que quero.
se calhar nem vou conseguir - esta frase ficou bem sem a maiúscula inicial.
Ah pois ficou.
Vou voltar ao Faulkner ou pesquisar mais. Mais ou de outra maneira.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
terça-feira, dezembro 06, 2005,1:38 da tarde
Antítese
Ao contrário do que tinha acontecido anteontem, onde o concerto do Joel Xavier me tinha embalado rumo a um belo sono, ontem a experiência foi tenebrosa.
Ao contrário do que muitos já estarão a pensar, não foi por causa do sensabor debate ao estilo americano entre Alegre e Cavaco, mas sim por causa do senhor Otelo que invadiu os televisores com uma tentativa de reinvenção da história onde a sua posição sai muito melhor.
E numa altura em que já não é politicamente correcto dizer que os comunistas comem criancinhas ao pequeno almoço, não dormi lá muito bem por causa de um.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
segunda-feira, dezembro 05, 2005,11:22 da tarde
Fotografias do quotidiano
Um pouco sobre a influência do blog psicadélico do Irnerio que está aí referenciado, aqui deixo um contributo com a devida homenagem...

 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,6:56 da tarde
Finalmente
Já é a segunda vez num curto espaço de tempo que ponho este título num post.
Duas possibilidades:
- Falta de imaginação que indicia uma qualquer doença do foro psicológico-emocional descoberta antes de tempo
- Haverá mesmo uma segunda?

Enfim. Depois de muito adiar, decidi-me. Finalmente.
Tido como uma das referências de um dos meus escritores de referência (Gabo), Luz em Agosto é o próximo paciente da minha clínica privada na qual submeto rascunhos incoerentes à minha moleskine, sendo que estes mesmos nunca voltam a ver a luz do dia.
Vamos lá ver como será a minha estreia em Faulkner.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,10:13 da manhã
Anúncios kinder
Há coisas de que se gosta e outras nem tanto...
Eu não acho lá muita piada a começar o dia com uma reunião preparatória da reunião da tarde...
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
domingo, dezembro 04, 2005,10:53 da tarde
Abençoada televisão esta a que temos
Tem um problema? A sua vida é absolutamente miserável e apenas comparável com a de um subsariano a tentar passar as altas redes em Melilla? Não hesite em conquistar os seus cinco minutos de fama e a compaixão de outros portugueses iguais a si.
A expressão da minha desilusão não é inovadora, mas também não o fiz para o ser.
Se bem que o início deste post não esteja a levar o rumo pretendido, não o irei apagar por uma questão de princípios.
Sei que hoje me sinto um pouco melhor depois da conversa de Maria João Avillez na Sic Notícias, como sempre acontece todos os domingos à noite.
Isto não acontece por causa da senhora que tudo transforma em torno da sua pessoa e da sua existência, mas graças aos seus convidados:
O exaustivo Marcelo Rebelo de Sousa e o sempre fascinante Rui Ramos.
Depois disto, sei que posso dormir um pouco mais descansado.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,12:08 da manhã
Finalmente
Embora esteja preocupado com o facto de haver cães abandonados que são raptados das ruas para servirem em lutas marginais e tenebrosas, não consigo deixar de celebrar de forma efusiva a sofrida vitória do SLB nos Barreiros.
Talvez esta súbita preocupação com os cães seja derivada da forte imagem do Mantorras a bater no peito e a gritar em bravos pulmões: Fui eu, caralho.
Se calhar vou dormir um soninho bem descansado ainda com Harold Pinter na cabeça, mas já por pouco tempo, ou assim espero eu.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
sábado, dezembro 03, 2005,12:52 da tarde
Acordar e ler Harold Pinter pela manhã
Goldberg: Quem nasceu primeiro?
McCann: Foi a galinha ou o ovo? Quem é que nasceu primeiro? Quem é que nasceu primeiro? Quem é que nasceu primeiro?
Stanley grita
G:
Ele não sabe! Sabes ao menos onde tens a cara?
M: Acorda-o. Espeta-lhe uma agulha no olho.
G: Tu és uma nódoa. Um vómito.
M: Um excremento.
G: Já sei o que te vanos fazer. Esterilizar-te.
M: Atraiçoaste o nosso país.
G: Traíste a nossa raça.
M: Quem és tu Webber?
G: O que é que te leva a pensar que estás vivo?
M: Tu estás morto.

Bom dia, digo, com um estranho sorriso na cara.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
sexta-feira, dezembro 02, 2005,1:28 da tarde
Eterna questão matinal
JÁ?????


P.S.- Segue-se toda uma panóplia de palavras menos delicadas a que vos poupo, deixando esse espaço aberto à vossa imaginação.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
,1:19 da tarde
Esquerda-Direita
O último post ficou realmente mau.
A minha loucura sob forma de ousadia em colocar a imagem do lado direito e o texto do lado esquerdo, não resultou.
Mas também era difícil, tendo em conta o panorama político nacional.
Assumo, pois, o compromisso para com todos os fiéis leitores deste blog decadente, que deixarei a imagética poética para o Manuel A..., hm, para a esquerda e a essência textual para a direita efectiva.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 1 comments
quinta-feira, dezembro 01, 2005,10:47 da tarde
O fim

O dia está a chegar ao fim.
Há relativamente

pouco tempo acabou uma peça de teatro do famoso grupo da Serra de Montemuro (essa que está aí ao lado), ainda dirigido pelo britânico Peter McCann.

Já acabei o Murphy do Beckett e o ter visto uma peça de teatro impele-me a ir ler o primeiro volume do Harold Pinter da Relógio D'Água, que irá chegar ao fim dentro de dois dias, mais coisa, menos coisa.

Também vi outra peça, mas como não gostei muito ou só assim assim, acho melhor não referir aqui. Seja como for, também essa hoje chegou ao fim.

Se calhar só a serra de Montemuro nunca chegará ao fim.

Vou ouvir Lamchop e pensar que estou a ouvir Tindersticks. Bem, mas uma coisa é certa: irei ouvir até ao fim.

 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments
,1:46 da tarde
Dias da feira
A feira do livro continua a vingar que nem uma besoura e a ocupar quase todo o meu tempo, expressando-se através de magnifícas jantaradas literárias e discussões intermináveis sobre os benefícios do liberalismo.
Tudo isto se encontra em plena harmonia para com o espírito que se deve viver neste dia tão especial para todos os monárquicos e para os anti-iberistas idiotas.
Hoje celebro, igualmente, um achado raro, que foi o de ter discutido com um senhor de esquerda não idiota (a palavra que queria mesmo utilizar era blindfolded, mas a ressaca não me permite encontrar o perfeito equivalente em língua portuguesa).
Despeço-me com alegria e nostalgia de tempos passados que nunca vivi, entoando a Maria da Fonte pelas ruas de Grândola.
Um grande bem haja
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤ 0 comments