«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
terça-feira, junho 27, 2006,9:10 da manhã
Frenético
Numa altura em que tenho mais trabalho do que seria razoável (apenas o normal para fim de festividades como me dizem os mais experientes) e sinto o tempo a correr que nem um besouro, pronto a esgotar-se numa qualquer esquina ou num recanto da casa que ficou por limpar: leio. Estou a ler freneticamente. E ponho posts que são apenas tão idiotas como todos os outros. Consigo ter ideias para o meu espacinho do Ecos, uma vez que já tenho a de Agosto quase pronta e matutadas as ideias para Setembro.
Enquanto não regressa aquela aborrecida monotonia intelectual de explorar as marcas da varicela ao longo do braço esquerdo, vou aproveitar. Ah, se vou.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤