«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
domingo, julho 02, 2006,9:31 da tarde
Sem namorada
Que se acalmem as loucas fãs do meu físico decrépito que ainda não estou livre.
Nas próximas duas semanas vou estar sem namorada, pelo que farei todo um tipo de terapias e me dedicarei a tudo aquilo que fazia enquanto solteiro: cultura. Vou ler atéà exaustão a lista interminável que está aqui à espera: a Inversus já está lida e explorada q.b., a atlântico segue o mesmo caminho, já comecei a Lolita (falha imperdoável dentro daqueles livros que sempre fui adiando a leitura) e a Selecção Nacional do Alberto Gonçalves para nunca perder por completo o contacto com as crónicas.
A nível de filmes já comecei a terapia com o afamado e difamado Brokeback Mountain, seguindo-se a Máquina Zero do Sam Mendes.
A nível da música o my space irá combater lado a lado com o revivalismo de velhos álbuns como o Mellon collie and the infinite sadness dos Smashing Pumpkins ou a minha obscura colecção de Celtas Cortos.
Sugestões aceitam-se
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤