«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
quinta-feira, setembro 07, 2006,8:35 da manhã
11 de Setembro
Agora que nos estamos a aproximar a uma velocidade estonteante de mais uma celebração do evento que mudou definitivamente o nosso quotidiano, receio não voltar a ligar a tv nos próximos tempos. Não que o faça com frequência, mas agora é que não o vou fazer mesmo para não ter a minha liberdade invadida com a tradicional esquerda modernaça a defender os pobres autores do massacre que estão mortes e a criticar o (infelizmente) ainda vivo George W. Bush. E isto tudo em defesa da tolerância.
Ontem no Público o Rui Ramos falava de um líder neo-nazi britânico que se filiou num movimento muçulmano radical, onde encontrou finalmente a possibilidade de exprimir a sua revolta para com o mundo ocidental.
Por estas e por outras é que me arrisco a não conseguir acender o televisor nos próximos 5 dias.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤