«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
terça-feira, setembro 19, 2006,9:09 da manhã
CAF IV
Jantar convívio. Grupo de portugueses convive como só os portugueses sabem fazer, a comer e falar desmesuradamente com uma única preocupação de conviver, pois para isso é que ali estávamos.
Chegada a hora de um espectáculo que iria abrilhantar a noite, a organização não hesitou em apagar todas as luzes do recinto onde estava a ser servida a comida, independentemente do facto de as pessoas já terem ou não acabado de comer.
Embora alguns bravos lusos se tenham indignado e continuado o seu manjar, conseguiram ser intimidados a presenciar o espectáculo, sob pena de não respeitarem os artistas.
O espectáculo, esse, é que deveria ter ficado às escuras, pois teria facilitado o sono a muitos dos presentes.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤