«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
terça-feira, setembro 05, 2006,10:03 da manhã
Pós
Sempre senti uma certa relutância por todos os indivíduos que se destacaram como pós-qualquer coisa.
Esses serão os verdadeiros reaccionários ( de acordo com o tal palavreado que ainda não saiu de moda em Portugal desde há trinta anos), que se recusam a evoluir, continuando a acreditar num projecto que tem pouco ou nenhum futuro. Caiem, por isso, frequentemente no exagero.
Casos de pós que me incomodam de momento: Thomas Pynchon; Portugal e eu próprio, depois de um encontro pós-universitário.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤