«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
sexta-feira, outubro 13, 2006,3:15 da tarde
Ainda o Agostinho
O pobre homem acreditava que os portugueses eram inatamente poetas (no sentido criador do termo) e que eram, de certa forma... geniais.
Ainda hoje tive duas provas:
- Primeira foi uma tentativa frustrada de tentar fazer um pequeno momento sarcásrico não compreendido. Isto, apesar do meu sorriso sarcástico, igualmente não compreendido.

- Depois foi um: tens aí imagens do James Bond.
Onde?- inquiri de imediato. Ah, sim. O Corto Maltese.

Tenho a certeza que Agostinho da Silva nunca se apercebeu de semelhantes fenómenos
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤