«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
quinta-feira, outubro 12, 2006,9:54 da manhã
Assim é que se vê...
Ao chegar estremunhado à porta da biblioteca, vejo uma longa fila ordeira de pessoas com pequenos livros e jornais na mão. Desde logo pensei que ou eram leitores fanáticos ou testemunhas de jeová.
No entanto, e graças a uma daquelas capacidades perceptivas que só Deus tem o condão de conceder em determinados e específicos momentos da nossa vida, apercebi-me que eram militantes do PC. A idade não engana nem o fanatismo a ler o que vim a saber tratar-se do Avante! tão pouco.
Mas a prova final foi mesmo quando a porta da biblioteca se abriu e eles nem sequer se moveram, possivelmente esperando desígnios superiores.
Pois assim é que se vê
a força de quem crê
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤