«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
terça-feira, novembro 21, 2006,9:00 da manhã
Do recital na Amora
A Amora, localizada ali para os lados do Seixal, é uma daquelas localidades a que se vai uma vez e nunca mais se quer regressar. O seu ambiente sócio-paisagístico é, neste ponto, um factor determinante.
Os dois intervenientes no recital estiveram ao melhor nível, revelando um grande à vontade, pois no fundo, quase que foi um recital intimista graças à afluência de público que saudou pelas 6 pessoas, das quais apenas duas eram pagantes e, por conseguinte, recebemos apenas 7€.
Torres Vedras promete ser melhor. Muito.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤