«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
sexta-feira, novembro 10, 2006,3:13 da tarde
Nova tabela de classificação
Depois de me ter reunido comigo a sós no que em tempos foi o meu quarto em Santarém, optei por adoptar uma inovadora e realista tabela de classificação da qualidade dos livros a fim de substituir os antiquados "é bom", "mais ou menos" e "gostei".
Assim sendo:
- Ressacáveis - livros que se lêem e que por muitos livros que leiamos a seguir nunca conseguimos ultrapassar na totalidade o impacto que eles tiveram em nós
- Devoráveis -livros que se devroam com uma velocidade acima da média e que nos conseguem fascinar de uma maneira impressionante. São geralmente substítuiveis por outros igualmente devoráveis.

- Comestíveis - vão-se lendo sem grandes problemas, e quando se chegam às últimas vinte páginas, já só se pensa no que se seguirá

- Intragáveis- geralmente não se consegue passar das primeiras vinte páginas.


De momento encontro-me num comestível com fortes tendências devoráveis. Digamos que se trata de umas migas de bacalhau, mas com as migas um pouco gordorosas de mais.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤