«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
quarta-feira, novembro 08, 2006,11:23 da manhã
Pois já hoje é 4ª
Embora aqui discorra minimamente sobre uma daquelas teorias interpretativo-produtivas que me atormentam em dias de frio com sol, os meus pensamentos centram-se única e exclusivamente sobre se hei-de gostar ou não do Paul Auster.
Ler é como comer.
Tem que se provar e ir comendo lentamente, até se atingir o prazer de comer que nem um glutão a um ritmo alucinante ou comer pausadamente para saborear cada variante do sabor, ou ainda pura e simplesmente deixar de lado e pedir um McChicken (McPollo para todos os hispanohablantes que frequentam estas lides bloguísticas).
Talvez a grande questão seja mesmo (para mim e agora) tentar descobrir o meu McChicken literário.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤