«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
quarta-feira, dezembro 27, 2006,4:19 da tarde
Mínimos Históricos
Este Natal atingi o mínimo histórico de apenas ter recebido 3 (três) livros, mas nem por isso estou descontente, graças ao drama que desde já se instala à medida que vejo os Novos Contos do Gin a escorrerem mente abaixo.
Por um lado, há a mais ou menos aliciante fotobiografia do Lobo Antunes, à qual se poderá seguir a Babilónia. Este será um bom terceiro lugar, pois garante um seguimento lógico e isso é daquelas coisas que nos ensinam que é bom.
Isso vai-nos remeter o dilema para o choro do Nietsche (isto leva um z aqui algures, mas nunca soube bem onde é que fica) e o mais recente do Philip Roth, que deverá ser o primeiro, pois queria ver se o lia ainda antes de estar traduzido para esta humilde língua de milhões de pessoas e poucos leitores.
Que Deus e a razão me ajudem na solução deste problema natalício.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤