«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
domingo, dezembro 03, 2006,8:04 da tarde
A outra diferença
Confesso que há muito tempo que não escrevia um título tão mau e de que gostasse tanto.
Mas enfim, o responsável foi o senhor dessa imagem (que é aquela que há na Sé Nova de Coimbra) que nasceu há precisamente 500 anos e que foi um dos mais destacados jesuítas, quse, quase tão bom quanto o fundador da ordem, o Ináciozinho de Loyola.
Mas este post é sobretudo para se provar que se pode escrever sobre a Igreja sem se referir o Papa e a Turquia e o aborto e aquelas teorias de esquerda que já não tenho paciência para ler.
Para a história fica o nome de um grande português que partiu para terras do Oriente acreditando em qualquer coisa.
Ouvi dizer que nos dias que correm já poucos são os que acreditam no que quer que seja.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤