«Cada ratinha tem o seu mistério e desvendar uma não quer dizer que percebemos o mistério total», Puchkine, Diário Secreto
segunda-feira, dezembro 11, 2006,7:03 da tarde
Prazeres simples

Nestes dias que correm, e tal como convém aparentar, revelo-me uma pessoa que se dedica a pequenos e simples prazeres.
Por isso venho falar-vos de um singelo e precioso ouro negro que de tempos a tempos invade a minha casa. Claro está que não me estou a referir ao Salmiakki (tal como o desejariam todos os fãs do Litmanen e do Hyppia), mas sim à beleza e consistência de uma Guinness.
Obrigado Modelo que tão belos mundos da globalização abriste aos habitantes da vila de Grândola.
 
posted by magnuspetrus
Permalink ¤